Ah!Bon

Clipping & Releases

Category Archives: Ah! Bon Diary

Ah! Bon na Mídia

 

Au revoir…

Infelizmente como tudo que e bom… uma hora acaba.

Nosso diário esta chegando ao fim…

 

Foi muito bom ter dividido com vocês todas as experiências maravilhosas que tivemos por aqui. Esperamos que, de um jeito ou de outro, vocês possam tirar algum proveito das dicas que tentamos passar.

 

Para dividir um pouquinho a dor que sentimos por estar nos separando desse paraíso na Terra, escolhemos algumas fotos para compartilhar hoje, e assim deixar esse gostinho de saudade registrado por aqui.

 

Muito obrigada a todos.

 

Au revoir… Bises

SADAHARU AOKI

O melhor sempre fica para o final.

 

Claro que não poderíamos passar em branco sem uma indicação de pâtisserie de alto nível em Paris. Afinal, essa e a nossa especialidade, não é verdade?

La Durée, Le Nôtre, Pierre Hermé dentre outros, sempre vão ter seu lugar entre as renomadas pâtisseries francesas, mas, atualmente, quem impressiona mesmo por aqui e SADAHARU AOKI.

 

Chef patissier nascido e diplomado em Tóquio pela escola de cozinha Machida, o mestre chegou na Franca em 1991. Após percorrer um longo percurso por aqui, finalmente em 1998 ele abriu sua primeira boutique em Paris. Em 2001 ele instalou-se no bairro de Saint Germain, onde veio a atingir seu sucesso atual.

Hoje possui quatro lojas em Paris, outras cinco em Tóquio e ainda duas em Taipei.

 

Sua especialidade (addiction) momentânea e desenvolver produtos com chá verde (que além de lindos, acabam por ser maravilhosos). A éclair de chá verde e um absurdo de boa…

 

Por favor, não deixem de conferir….

 

35 Rue de Vaugirard
Paris

 

Au revoir.

E viva o fim de semana!!!!

 

Para aqueles que acham que a noite parisiense acaba muito cedo, cegue uma dica dos jovens da cidade.

Realmente, a maioria dos bares, lounges e restaurantes de Paris já esta as moscas por volta das 11 horas da noite. Então, aqueles que não se contentam em ir para casa dormir tão cedo da noite, a solução chama-se Mabillon. Trata-se de um restrito quarteirão no coração de Saint Germain, entre as Ruas Bonaparte e Seine; e Boulevard Saint Germain e Rue Saint Sulpice (ver mapa abaixo).

 

 

Ali, a galera jovem da cidade se reúne dentro e em volta das centenas de bares e clubes que se amontoam um atrás do outro nessa região (e o melhor: fecham tarde. Sobretudo na sexta e no sábado).

O principal local de encontro e a rua Princess, mas os arredores são também bem interessantes.

 

Profitez-vous!!!

 

Au revoir.

Café Le Procope


Inaugurado em 1686, o Café Le Procope recebe (até onde se sabe) o título de café mais antigo do mundo. Situado no coração de Saint Germain, no numero 13 da Rue de l’Ancienne Comedie, o local tenta ainda preservar seus contornos originais, a tal ponto que a fachada (do fundo) encontra-se totalmente tombada em direção`a rua e alguns dos seus elementos decorativos tem vestígios dos seculos XVII e XVIII.


Considerado o primeiro “cafe literário do mundo”, o local foi, por mais de dois séculos, passagem obrigatória para aqueles que possuíam um “nome” ou queriam possuir “um” no mundo das letras, artes e política. De La Fontaine, passando por Voltaire, Rousseau, Balzac, Hugo e Verlaine, a lista de “habitues” do Le Procope era bem extensa.

A cozinha não é, digamos, extraordinária. Como não poderia deixar de ser, o cardápio dá lugar a clássicos da cozinha francesa, como o “coq au vin” e “tete de veau en cocotte” (para aqueles que tem coragem e gostam…). Vale a viagem no tempo.

Au revoir.

Miroir

A Sacre Coeur em Montmartre e passagem obrigatória para quem vem a Paris. Assim, escolhemos o local para citar o achado gastronômico de hoje, bem ali no meio do “bairro dos artistas”.

 

Quem já esteve por lá, sabe que este quartier e tradicionalmente conhecido pelas inúmeras creperias que inundam a redondeza, onde os turistas esbanjam-se com crepes e cidra. Para aqueles que não gostam muito ou que queiram variar, segue ai uma dica de um local diferente que eu enquadraria como comida do Marche’.

 

Miroir!!! A decoração e bem no estilo bistrot: balcão antigo, mesas coladinhas, decoração retrô. E obviamente como o local e minúsculo, recomendamos que você faca reserva. Vá no almoço!!! O bairro a noite não e dos mais seguros (e o que dizem por aqui).

 

Fica a dica.

 

Miroir

94, rue des Martyrs (ao lado do Metro Abbesses e da praca des Abbesses)

 

Au revoir.

Categoria 4 Bs (parte II)

Mais uma dica de um restaurante da categoria 4Bs (bom, bonito, barato e bacana). Mas dessa vez indicamos algo mais adequado para um almoço.

Essa “jóiazinha” atende pelo nome de L’Epi Dupin e fica em um espaço bem pequeninho no inicio de Saint Germain (Paris 6), ao lado do Le Bon Marche. Suas poucas mesas são bastante disputadas durante o horário do almoço, mas com um pouco de paciência conseguimos nos instalar rapidamente.

Eles apresentam 3 opções de Menus. Um no estilo menu degustação, uma opção mais barata que contempla entrada, prato e sobremesa, e ainda uma opção bistronomica (entrada + prato ou prato + sobremesa). Tudo a preços bem módicos e qualidade de saltar aos olhos.

Fica a dica:

O restaurante fica na Rue Dupin, n 11 (ahhh…. ele fica fechado durante todo o mês de agosto).

Au revoir…..

Museu Quai Branly

Museu Quai Branly

 

Situado no número 37 da rua de mesmo nome (Quai Branly), ao pé da Torre Eiffel, este novo museu e uma homenagem a arquitetura moderna. Concebido para apresentar objetos da arte e da cultura da Africa, Asia, Oceania e Américas, o imóvel abriga uma exposição fixa e outras temporárias (no momento esta apresentando uma mostra sobre a cozinha e gastronomia da China).

 

Seu imenso prédio e uma escultura a parte, tendo sido idealizado por Jean Nouvel e inaugurado em junho de 2006 (fonte: Wikepedia). A forma de exposição das pecas, a iluminação e a cenografia sao belíssimas. Mesmo que você nao seja um adepto inveterado das artes aborígenes, a visita vale pelo simples fato de se poder apreciar o design do local. E realmente mágico.

 

O imóvel acolhe ainda o restaurante Les Ombres onde, além de uma gastronomia maravilhosa, podemos desfrutar uma vista magnifica.

 

Como as fotos com flash dentro do museu sao proibidas, hoje emprestamos todas as fotos de uma fonte da Internet (Wikepedia).

 

Au revoir……

La Grande Epicerie de Paris

Pode ser que muitos já conheçam, mas eu acho imperdível. Quem estiver nas redondezas do 6eme arrondissement não pode deixar de ir a Grande Epicerie de Paris. Fica logo ao lado do Bon Marche e da Capela da Medalha Milagrosa, na Rue de Sevres, n. 38.

 

Alguns podem não concordar, mas é o que eu chamo de um supermercado chique em Paris. Claro que é muito mais que isso. No imenso imóvel, você vai encontrar a venda TUDO o que for possível de se imaginar em termos de alimentação (e do mundo todo). Mesmo que você não queira comprar nada, vale a visita.

 

Hoje as fotos falam por si próprias…

 

 

Au revoir.

 

 

 

 

 

 

 

Curiosidades

Se você eh parisiense e descolada, você….

. So usa preto, cinza ou no máximo branco;

. Adora um coquinho bem no alto da cabeça ou um cabelo todo despenteado (com cara de que acabou de sair da cama);

. Seus óculos preferidos atualmente tem uma armação de acrílico bem marcante;

. E fã de um batom escuro ( vermelho ou pink) e mais nada de maquiagem;

. Ah, e e claro: anda muito rápido, comi se estivesse sempre atrasada para algum compromisso.

Obs. A maioria das fotos de hoje foram emprestadas de alguns sites e blogs, mas traduzem fielmente a tendência que vemos por aqui.

Au revoir!

%d bloggers like this: